domingo, 25 de setembro de 2011

Misturar tudo, será que é uma boa?


É, parece que não temos opção não!
E o pior, às vezes, misturam pra nós!

Nesse frenesi que, aparentemente, não tem solução nos encontramos nós. Umas vezes nos encontramos, outras nos perdemos, outras nem queremos achar. Logo de manhã, bom dia!

Muita coisa tá rolando, imagino o Rui Barbosa lendo isso, tudo ao mesmo tempo e em todo lugar. São convites, apelos, ordens, desejos, vontades, ações, rotinas, obrigações, reponsabilidades, compromissos. E tem mais, só não vou citar, nós sabemos!!

E tudo vai se misturando perdendo o seus sabores e tons naturais. Ouvimos os conselhos que não deveríamos e desconsideramos os realmente importantes. Ah como somos bons nisso!! Depois, saimos chorando à procura de ajuda para consertar o que não deu certo e, nunca dará se não mudarmos o rumo, decidirmos amadurecer e deixamarmos a obstinação para trás. E essa tarefa é dura! Envolvidos em aspectos que, nem sempre consideramos mas que estão por aí vamos vivendo. Cansados, às vezes, e nem sabemos porque.

Meu caro, minha cara! Não se iluda! Essa maneira de organizarmos as coisas em nossas vidas e sociedade não precisa ser assim. Há coisas muitos boas que podemos e devemos manter mas, há coisas horríveis que podemos e devemos nos desfazer.

Considere hoje comigo o seguinte, essa é a minha proposta:

Viva a sua cidade, seu bairro, sua vila, seu país. Isso é política que, quando traduzida em ações corretas em benefício de nosso povo chama-se cidadania. Não abandone o diálogo. Seja cidadão!

Decifre o seu modo e o dos outros de pensar, sentir e agir. Herdamos isso e nem nos damos conta. Estamos inseridos em um contexto cultural específico e que, se sub-divide em inúmeros outros. Isso é cultura. Pratique a tolerância!

Pense, planeje o seu futuro e leve em conta o mundo que o cerca, sua rede de relacionamentos, pois é lá que você vai passar o restante da sua vida. Cuidado com isso!

Tenha um manual de instruções confiável que é à prova de erro e que pode instruir-te em tudo que de melhor você poderá ser, fazer e ter. Saiba da Boa-notícia, chamada de Evangelho de Jesus o Cristo. Leia isso!

Pratique uma boa vivência comunitária, junte-se aos outros que também estão em processo na jornada. Ria com eles, chore também. Faça parte de uma Igreja!

Zé Libério
Organização Toca do Estudante

2 comentários:

Daniel Mariano disse...

Faz tempo que não nos vemos Libério... mas poder lembrar da Toca é muito bom... um dos melhores lugares de culto que já fui, pois, afinal, não era só a liturgia, nem só a mística, nem só o avivamento, nem só a comunhão, mas tudo isso junto que sentia quando em meio a vocês... mas finalmente encontrei quem sou, pelo menos por hora... e vou indo, nessa jornada... Que a Toca possa acolher muitos e ajudar nas reflexões, como fez comigo no momento em que necessitei!

Um forte Abraço!

Soli Dei Gloria disse...

Realmente, nem sempre ingerir tudo é a melhor opção. Não há porquê deixar tudo conduzir nossas escolhas e vida, temos que valorizar as pequenas coisas e pensar nossas prioridades. Em que temos gastado nossas energias e tempo? Vale a pena refletir!
Grande Abraço!